Skip to content

Férias Frustradas – Kiss of Death #MV8

16/11/2010

O Músico Michael Glass acaba de receber a ligação que esperou por toda a sua vida. Sua musica atraiu a atenção de um produtor musical muito influente, que quer que ele faça um demo e toque algumas vezes – o que significa que Michael vai ter que entrar no mundo dos humanos.Mas ele não irá sozihno.

Ele ganhou escolta dos mortos-vivos, que seria Oliver, e de seus amigos humanos : a rebelde Eve, a incompreendida Claire e o corajoso Shane. E com essa mistura depersonalidades, essa vai ser uma viagem pela estrada do inferno.Mas o que os aguarda se prova ser mais perigoso do que eles pensavam.

Presos entre os seres humanos que os odeiam e uma parte selvagem de vampiros que saem da cidade para criar um banquete sangrento pra si proprios, Michael e seus amigos podem não conseguir chegar a apresentação na hora…ou nunca.

CUIDADO, ESSE TEXTO PODE CONTER SPOILERS. Tenha certeza de que quer continuar lendo antes de clicar no botão!


Imagine a cena: 4 amigos partem para uma viagem de fim de semana. Sounds fun huh!? Seria, se os 4 amigos em questão não fossem Eve, Michael, Claire e Shane [e se Oliver não fosse junto].

Eve e Michael nunca saíram dos limites de Morganville, até que surge essa viagem à Dallas [onde Michael vai gravar seu Demo]; junte isso ao fato de que Shane está saindo da cidade COM PERMISSÃO mas não tem a minima intenção de voltar, e a Claire que…bem, a Claire é um imã de problemas naturalmente.

A viagem dos moradores mais ilustres de MV seria um belo enredo de filme no estilo “Férias Frustradas”. Os 4 só se metem em confusão a partir do momento em que deixam os limites da cidade [seja porque os super-reflexos do Michael não estão adaptados a estar entre humanos e o simples fato de dirigir se torna um problema, ou porque o estilo da Eve é chamativo demais para uma cidade de beira de estrada, ou porque Eve deseja desesperadamente um sorvete, ou porque Claire e Shane resolvem ‘se pegar’ dentro do carro enquanto Michael compra o tal sorvete pra Eve]. Eu a principio, achei que a Amelie estivesse por trás disso [através do Oliver claro], como se pra mostrar a eles como o mundo fora de Morganville é perigoso, mas quebrei a cara quando o Oliver apareceu ferido.

É quase como se um daqueles faes que se alimentam da sorte das pessoas em Lost Girl tivesse passado por eles, porque o destino parecia realmente conspirar contra eles, e as coisas mais estúpidas aconteceram. O ápice foi Claire, Shane e Eve serem presos e resgatados [!?] por Morely. Não bem resgatados . hahaha

Os 3 são praticamente seqüestrados e acabam num ônibus full of vampires! Pra onde eles iam!? Uma cidade fantasma onde eles acabam encontrando alguns ‘filhos’ do Bishop totalmente infectados. Essa parte da história que se passa em Blake city me lembrou filmes no estilo de Resident Evil, O livro de Eli ou Eu sou a Lenda.

Esse livro é legal porque saiu um pouco da rotina de Morganville, e aqui a gente começa a perceber o crescimento da Claire como mulher; como ela lida com os problemas [a.k.a vampiros que querem o pescocinho dela] de uma forma mais fria e mais madura[tem até uma parte la em Blake que ela consegue fazer o OLIVER RIR, e o Michael diz algo do tipo: Jesus Claire! Se eu não te amasse sentiria medo de você].

O legal dessa série, é que eu nunca sei pra onde a Rachel ta me levando. É difícil pra mim imaginar como a série vai terminar. E isso é MUITO LEGAL! Outra coisa interessante [ou diferente], é o lance de de os vamps de MV serem realmente badasses. As vezes alguns usam pele de cordeiro como disfarce, mas ela eventualmente cai e acaba mostrando o lobo que tem por baixo em toda sua glória; como a Amelie, que no final mostrou suas garrinhas oops fanguinhas ao ameaçar Claire, Eve e Michael caso eles não voltassem pra Morganville [acredito que até o Oliver se sentiu mal com o blackmail dela].

E o Shane – OH GOSH – mesmo podendo fugir e nunca mais voltar pra cidade, prefere ficar com sua namorada e seus amigos.

“Como posso não voltar? Como posso deixar você ir, Claire? Ou nós todos ficamos, ou vamos todos. Não vou deixar você ir sozinha. “

É por essa e outras que ele é o único humano a habitar meu hall vampirico da fama. Mesmo só tendo 18 anos, ele está no mesmo nível que qualquer vamp badass, hot, ou demon, ou Dark-Hunter ou whatever ‘supebein’. Se eu pedisse a ele pra me morder, essa seria uma mordida totalmente sexy, sem nenhuma transformação envolvida e… I’m not ashamed of that!!

:C

2 Comentários leave one →
  1. susiane permalink
    17/11/2010 22:30

    Amigas, quando vcs vão traduzir Kiss of Death ?
    Please!!!

    adoro vcs!!!

    • 17/11/2010 22:47

      Então gata não somos nós que traduzimos! “/
      Dai não posso te precisar uma data…
      Sorry

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: