Skip to content

O Poder da Richelle Mead

06/11/2010

Depois de ficar mal com a descrição de Last Sacrifice, eu pensei em ler algum livro que não fosse sobrenatural. Resolvi então terminar Querido Jonh – que já estava a séculos na estante parado no cap. 3 – e, bem… EU-ME-FERREI. O Nicholas Sparks [assim como a Richelle] é aquele tipo de autor que só em encostar a mão numa caneta ou no notebook faz ½ duzia de indivíduos se contorcer de angustia [ou chorar] mundo a fora. Terminei o livro com a cabeça doendo, e no dia seguinte…bem, eu só vou dizer que toda vez que me lembrava da maldita lua cheia, uma lagrima aparecia em meus olhos, e, num pensamento e atitude totalmente masoquista, decidi acabar de vez comigo e fui ler Succubus Shadows.

Bom, eu li o livro em 1 dia [1 noite pra ser exata], e durante toda a madrugada, eu sofri com as lembranças da Georgie, fiz cara de apaixonada pro Seth [ainda faço], parei pra analisar a cruel veracidade de trechos do livros como: “É um tendência infeliz dos mortais e imortais gravitar em torno de coisas que sabemos que vai nos causar dor.” ou  “Suas verdades são piores que suas mentiras.”, ri do Cody vestido de gótico, quis por o Roman no meu colo e consolá-lo, tentei desesperadamente arrancar fio-a- fio dos cabelos da Simone, quis estrangular a Maddie, e conspirei. Conspirei e conspirei. Terminei o livro cheia de suposições* e meio que inspirada. E foi ai que eu me dei conta do poder que a Richelle Mean [mean = malvada]tem. Pelo menos sobre mim.

Ela pode acabar com o meu dia ou me inspirar profundamente. Ela me faz sentir medo de ler um livro e descobrir o que vai acontecer… Enfim, depois de chegar a essa conclusão, percebi que não adianta me desesperar ou me animar; a Richelle sempre poderá acabar ou melhorar qualquer um dos estados de espírito.

O que fazer então?! Sentar, relaxar e aguardar.

Ou pelo menos tentar…

*Acho que Seth, Luc, Niccoló e Kyriakos são os mesmos, e que o segundo contrato é dele [ou tem a ver com ele], que a tal falha está relacionada ao lance do esquecimento, e que, não sei se alma-gemea seria o termo ideal pra descrever Seth e Georgie, mas sim, eles definitivamente se completam e são tanto a salvação quanto a perdição um do outro. [enlouqueci!?]

 

8 Comentários leave one →
  1. Erica Marts permalink
    06/11/2010 04:33

    Acho que ainda não li nenhum livro da Richelle, do Nicholas Sparks tenho certeza que eu não li.
    Pra ler um livro desses preciso me preparar psicologicamente pra sofrer!!!!

    Bye

  2. Guardiã da Meia Noite permalink
    06/11/2010 15:31

    Vou ter que dar um jeito de resgatar o Querido John que eu havia emprestado e começar a ler URGENTE!!!

    Depois da minha DPL após ler Halo e Calafrio…agora estou encarando Interligados…o Livro YA da Gena…gente achei dificil de ela conseguir superar os Lords (akeles pervo-books são tudo), mas neste livro ela está se superando…estou achando muito bom!

  3. kris permalink
    06/11/2010 16:44

    Convicta, sofro do mesmo mal, ou melhor dos mesmos livros q vc, rrss…Chorei mmuuuitoo com meu Querido John e nao dormi ate terminar todos os scubbs, tb acho q o contrato errado nao foi da parte dela e sim da outra parte ele nao fez com q o Seth esquecesse dela em suas outras vidas…Agora temos q esperar por Last Sacrifice e no proximo ano scubbs…Enquanto isso vou preenchendo a vida com todas as series q encontro pela frente…

  4. 07/11/2010 21:57

    Amiga,
    Seth=Luc =Niccoló = Kyriakos é a esperança de todas nós, leitoras apaixonadas e angustiadas.

    Estava precisando de um livro da Richelle agora!!
    Estou incrivelmente inquieta no últimos dias, não sei se é angustia, mas um livro dela iria canalizar tudo isso…. acho!!

    Vai ver essa tensão toda se dá pelo fato do Rob estar tão perto de nos…. hauhauhauhau

    Bjuuux

    • 08/11/2010 00:20

      kkkkkkkkkkkkkkk Amiga vc ja leu aquela outra serie dela que a Mila recomendou?! a de ET!?
      To pensando em pular pra ela agora… RM sempre me inspira!!

  5. 07/11/2010 22:33

    Eu li Querido Jonh achando que ia ser muito bom e me decepcionei, cliche demais, forçado demais, nao recomendo nem o livro e nem o filme.

    • 08/11/2010 00:19

      Cliche!?
      Cliche seria se ele ficasse com ela no final!
      Não recomendo o filme, pq nao tem nada a ver com o livro. Mas o livro, pra quem gosta de romance…

      • 09/11/2010 21:31

        Virou clichê porque todos os livros do Sparks são assim: nenhum tem final feliz.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: