Skip to content

Were animals por Sherrilyn Kenyon

19/10/2010

Bom, existem muitas lendas sobre como os were animals surgiram. Alguns dizem que eles nada mais são que o famosos lobisomens de outro lugar como por exemplo os tigres, em Mianmá e na Índia; as raposas, na China e no Japão; os leopardos, na África ocidental; e as onças, entre os índios da América do Sul. Eu acabei escolhendo a lenda dos Were-Hunters pra contar a vocês, porque acho essa história simplesmente O MAXIMO. E vamos combinar que um Weretiger, Werepahnter, Were-anything é melhor que o tal werewolf. Espero que gostem!!

Aproximadamente cinco mil anos atrás, o rei Lycaon da Arcádia se casou com uma mulher por quem se apaixonou. Sabia que ela tinha alguns costumes estranhos, mas a amava tanto que estava disposto a passar por eles. Até seu vigésimo sétimo aniversário. Nesse dia, sua formosa esposa começou a desintegrar lentamente. Foi então que se deu conta que era uma Apolita [raça amaldiçoada por Apolo], e que seus dois filhos que ela havia dado a luz, também morreriam aos 27 anos. Relutante a aceitar semelhante destino a seus amados filhos. Lycaon se dispôs a encontrar um modo de estender suas vidas. Reuniu a tantos como pode, e utilizou sua magia em experimentos com eles. Esperava que, se pudesse combinar sua força de vida humana à aquela dos animais, isso de algum modo romperia a maldição.

Funcionou. Em vez de viver só 27 anos, agora tinham esperanças de vida a cerca de mil anos. E como eram nascidos da magia e descendiam dos Apolitas psíquicos, terminaram com muitos dons extras, tais como telepatia, tele cinese, habilidades de viajar no tempo e trocar de forma. Como cada pessoa e animal foram divididos ao meio, Lycaon terminou com 2 seres em lugar de 1. Uma criatura estava baseada nos humanos, o que queria dizer que tinha coração de um humano, enquanto a outra estava baseada no animal, com um coração animal.

Por desafiar a vontade de um Deus, as destinos exigiram que Lycaon matasse seus filhos com punição. Quando ele se recusou, elas amaldiçoadram essa nova raça dizendo: “Eles vão passar a eternidade se odiando e lutando até o dia em que o ultimo deles não respirar mais.”

Aqueles com corações humanos foram chamados Arcadianos e aqueles com corações animais foram denominados Katagaria, que quer dizer animais/desertores (rogue). Desde o princípio houve conflito entre ambas as raças. Os Arcadianos acreditavam que os Katagaria eram seres inferiores porque permitiam que seus instintos animais os governassem. Devido a isso, pensavam que os Katagaria necessitavam que os vigiassem de perto.

Os Katagaria estavam receosos de seus equivalentes humanos, por serem os humanos enganosos. Se um lobo não gosta de alguém, ele ataca abertamente. Se um humano não gosta de você, ele pode sorrir na sua presença e apunhalar-te pelas costas.

Não passou muito tempo antes que a guerra surgisse entre esses dois grupos, e continua até o dia de hoje. Existem vilões e heróis em ambos os lados. Cada grupo designou a soldados que lutam e a protetores que cuidam das mulheres e crianças. Sua sociedade e sua existência são extremamente complexas, e geralmente se separam para estar com sua própria espécie.

Fonte: Dark-Hunter Companion

Vale muito apena conhecer os were animals de Dark-Hunters. Alem de serem todos tudibom, as historias são otimas!! Mas se por acaso vc se enganou e esperava ler realmente sobre os lobisomens, passa lá no blog da Guardiã que o post complemento dela é sobre isso!

 

 

8 Comentários leave one →
  1. 19/10/2010 04:32

    Nossa, muito interessante, não sabia dessa versão da origem da lenda.
    Muito boa!
    Beijos

    http://www.culturefreake.blogspot.com

  2. Guardiã da Meia Noite permalink
    19/10/2010 06:22

    só de lembrar do Dante, Vane, Fang e Wren…já me dá até um calor…kkkkkkkkkkkk

    Mas falaremos mais de nosso Weres Fodásticos durante a semana né???

    Bjs!!!!!

  3. Caroll permalink
    19/10/2010 11:26

    Adorei! Me segue no twitter? Ka_rol_zi_nha

  4. Priscila Shibahime permalink
    19/10/2010 11:50

    Gente, eu estou ADORANDO esses posts. Queria taanto que o halloween fosse comemorado aqui no Brasil ):

  5. 19/10/2010 23:07

    Ahh, queria taanto ter tempo pra ler todaaas essas series!!! ahsaishaii

    Se com os weres que aparecem nas series vampirescas, eu ja fico todoo assanhado, imagine esses dessa serie Dark-Hunter?? Meldelzz… prefiro nem imaginar!

    Ai ai ai Brasil não ter Hallowen eh mt trash! Mas eu lembro que entre a 4ª e 7ª serie, em todo halloween eu e o pessoal faziamos uma festinha na escola, com teatro! Eu era quem sempre escrevia a historia, e sempre me colocava como papel de vampiro, kk! Ai.. que tempo bom, rs!

    Debs, eu ja tou “bolando” minha versão post oficial de halloween, que tera como titulo “Travessuras ou Gostosuras?” Claro que irei focar mais no ‘gostosuuras’ kkk 66′

  6. Erica Marts permalink
    28/10/2010 10:11

    Adorei essa lenda, eu não conhecia.
    Apesar da série Dark-Hunters estar na minha enorme lista pra ler.

    O ódio sempre nasce de onde menos se espera, ainda mais no amor de um pai pra salvar seus filhos.

    Bye

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: