Skip to content

Coluna: Manual de Sobrevivência Amorosa do QSV

26/08/2010

Olá queridos QSVianos!

Aqui nesse extato momento,bem por acaso, depois de muitas conversas surge uma nova coluna do “Queria ser Vampira”. Antes de mais nada, vou me apresentar, sou a Dany Welch, mais conhecida como DD ( Dany Destroyer para os bens íntimos).Após muita conversas com a Debs e a Sche resolvemos criar essa coluna com base em nossas vidas, livros, filmes e conhecimento quase onipresente do meu Ash, essa é só pra encher o saco das meninas já que elas não deixam eu enconstar nele), esse nosso post semanal será feito para mulheres sobre mulheres.
Então se algum marmanjo reclamar, sentir-se ofendido desculpe não podemos fazer nada.Deixando a enrolação de lado, porque tempo gasto é menos tempo com os lindosmaravilhososeperfeitoshomensdelivros.

Quando pequenas sonhamos com os príncipes encantados da Disney, que por muitas vezes eram omissos, chatos, mas que tinham o conceito mais belo da vida, “O Homem Perfeito”.

Você sabia que na Branca de Neve o príncipe aparece duas vezes!? Uma no inicio cantando e a outra no fim para o tão esperado beijo? Que o da Cinderela nem vai procurar sua amada, é apático, só representa o “bom-partido-príncipe” coisa que as garotas da época esperavam. Que o Primeiro príncipe que tem um nome é o Principe Philip da Bela Adormecida? O único até agora que tem atitude, faz e fala o que quer  e enfrenta o dragão no fim, ele luta pela sua amada.

O principe do meu desenho favorito é um banana, só se manifesta no fim, porque há risco de vida, e nem assim o Erik, da Pequena Sereia tem um “Q” a mais.  Os príncipes da Disney são educados, respeitadores, bonitos, ricos e queriam compromissos serios. Toda historia acabava em casamento e com o “adorável” “Felizes para sempre”.Mas isso não acontece na vida real, não existem pessoas tão perfeitas assim, então, porque insistimos em encontrar um?

Abaixo Ilustração do David Kawena

Ilustração do David Kawena

Como uma das milhões de meninas que são enganadas na infância eu não encontrei o meu “príncipe encantado” e sei que nunca poderei ser feliz para sempre, porque a felicidade é uma coisa relativa e que muitas vezes a dor e os problemas nos ajudam a crescer e todo aquele blá blá blá que escutamos por ai. Não quero discutir aqui o processo educacional masculino e feminino e nada desse tipo. Só quero compartilhar a minha grande dúvida da adolescência que foi respondida quando o mundo real bateu a minha porta e ao invés do principe me deparei com um ogro e não o Sherek ( se bem que eu não suporto ele, mas tem quem goste).

Um dia você cresce e espera que o seu principe encantado apareça, que ele venha te resgatar de um problema, que te olhe e diga que você é a mulher da vida dele e que vocês vivam felizes para sempre, mas ao inves disso, vocês encontram “um ogro”.

Um ogro é um principe encantando em potencial, ele no primeiro momento parece educado, gentil, amoroso, carinhoso… o cara perfeito para sua vida que, em um determinado ponto, mostra suas garrinhas. A insensibilidade, grosseria, falta de educação, de carinho e interesse pelos seus assuntos, são alguns dos grandes problemas dos ogros; e alguns são porcos e nojentos além de machistas.

A nossa adorável e linda sociedade impõem para as garotas que, elas tem que crescer e aprender a cuidar da casa e dos outros para ser a melhor esposa que um dia alguém queira.

Nosso primeiro encontro com o nosso projeto de principe encantado é em média aos 15 anos, na fase em que os garotos querem de você beijos e amassos atras do muro da escola para que no dia seguinte finjam que você não existe e ainda por cima usam a sua “Experiência” como tema de sua roda de amigos.

Aos 16 anos eles tentam descobri o mapa da mina e te levar para cama, usam de todos os artifícios desde o ” eu te amo” – que hoje em dia é tão banalizado, ao “você me ama? Então me prove!”. Aos 18 eles pensam que você é o playcenter, que podem vir usar e abusar e depois ir embora como se não tivesse mais replay. Nem todas as garotas agem dessa forma e nem todos os garotos são sacanas, há poucos e raros que, de certa forma, são o mais próximo de um principe encantado que alguma mulher vai encontrar na vida, mas como eu disse, eles são raros, isto quer dizer que aquelas que conseguiram agarrar um desses não vão solta-los, ou são gays, e isto é fora de jurisdição feminina.

Os livros, filmes e series vendem um “Amor Romântico” quase inexistente hoje em dia, dizendo em suas mensagens que mesmo se você for uma garota burra, desengonçada, feia e gorda, chata, sem personalisdade, ou bonita, engraçada,mas insegura,  um dia um homem lindo, educado, rico, gentil e que quer algo serio ( olá principe disney!) vai te olhar, o mundo vai parar, uma eletricidade vai percorrer pelo seu corpo e no fim de toda crise e batalha o amor superará . (filmes românticos oi!)

Bem na vida real não é assim! E por favor alguém pode me indicar em qual setor do código de defesa do consumidor para que eu posso reclamar do meu “principe encantado com defeito?”

Principe Sapo

Já perceberam que os romances tem a mesma base?

Mocinha pobre/feia/gorda/magoada/tudojuntoemisturado encontra mocinho rico/elegante/charmoso/inteligente eles e olham se apaixonam, um deles entra na crise do ” eu não posso porque…” passam alguns conflitos (desde problema com dinheiro, um triângulo amoroso, seres sobrenaturais…) e no fim acabam felizes para sempre. Gente os relacionamentos são mais complicados e fundos que isso. Uma vez assisti uma palestra que falava sobre os vários tipos de amor, e que o “Amor Romântico” é uma invenção moderna ( repararam no uso da palavra invenção?) as pessoas não se casavam por amor, conviviam por que tinha que conviver. Então as garotas desejam os homens dos seus sonhos, os garotos são os garotos reais e ai todo mundo infeliz desejando uma coisa que não existe.

E o pior é que precisamos desse lenga-lenga dos livros para enfrentar a realidade. Quem nunca se apaixonou por um personagem desejando com toda as forças que ele fosse real? Bem confesso que muitas e muitas vezes fiz isso e fui além, deixei de lado os reais porque os de ficção eram leais, inteligentes, sensíveis… não me faziam chorar e me davam atenção, o cara perfeito que eu sempre busquei. Mas você cresce amadurece e percebe que a vida não é perfeita como é pintada por ai…

Os contos de fada estimulam o pensamento na garota de que se você for uma boa menina e aguentar o seu sofrimento e problemas com coragem, no futuro você será compensada com um cara perfeito dos seus mais lindos e coloridos sonhos. Com casa, filhos e animais perfeitos. Mas os rapazes querem boas moça que sabem ser más. E muitas garotas entram em crise por não saber ser as duas, e entra a pior coisa que se pode fazer em um relacionamento. Mudar por causa do outro, uma coisa que começou errada e trará problemas, no fim decepcionada retorna para o mundo dos livros em busca do seu príncipe perfeito…

Hoje vou deixar a primeira regra do Manual de Sobrevivência Amorosa do QSV e espero q vocês tenham gostado esse pequeno-grande texto e que nos mandem suas dúvidas, historias, sugestões de textos, porque a partir de hoje seremos o porta voz das verdades nuas e cruas que não se conta nos livros, nesse post ainda está leve, hoje quis preparar o terrenos para as nossas conversas semanais . Muitas vezes nós mulheres devemos aceitar e mudar a nossa atitude e evitar muitos problemas outras chutar o pau da barraca e perguntar para o projeto de príncipe encantado o que ele quer de nós e começarmos a analisar as atitudes dele, e para isso você conta com uma equipe experiente =D

Lembrando meninas, nessa coluna analisaremos ( porque sempre há um debate entre Debs, Sche e eu) sobre o perfil dos personagens masculinos e como eles seriam  na vida real, então lembrem-se: mandem dúvidas, sugestões, criticas historias. E não esqueça da primeira regra do nosso manual:

1- Os Personagens masculinos dos livros não são reais, apresar de perfeitos eles nunca serão reais, não importe o quanto você deseje, eles não existem e nem adianta achar um genérico na vida real, você vai acabar se decepcionado, pq ele nunca vai atender a suas expectativas.


PS: Não fale com o seu amor-personagem imaginário em voz alta, você ainda não precisa entrar no hospício.

PS1: Lembre-se que o significado da palavra encantado é a função de qualquer estímulo externo que provoca a sensação de interesse intenso, lhe deixa em um estado de êxtase de embevecimento relacionado ao que é bom, agradável e maravilhoso. Então não adianta ficar sentada dentro de casa para achar um quase projeto de principe encantado. Eles não caem do céu, isso se chama chuva, e não vão brotar do chão, isso se chama árvore, homem é outra coisa.

PS2: Prometo que falo menos da próxima vez! (e não sou tagarela hauhau)

Bites

Adendo da Debs: Quem quiser participar, mande seu ‘causo’, duvida, desabafo para conteudo@queriaservampira.com e escreva manual QSV no assunto.

Lembre-se, seu nome não será divulgado se você não quiser! ^^

Anúncios
15 Comentários leave one →
  1. Guardiã da Meia Noite permalink
    26/08/2010 19:17

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    Eu já tinha te dito que o texto havia ficado muito bom né?? Mas com as imagens ficou melhor ainda!!!

    Mas vou deixar minhas histórias e impressões para discutirmos antes dos posts…hehehehe…até porque tenho várias teorias a expor pra vocês (até porquê como bem sabe sou um agente espião infiltrado no mundo masculino, enquanto eles me considerarem homem tb(odeio esta parte) eu vejo tudo e eu ouço tudo o que eles aprontam)…heheheheheh

    Carpe Noctem!!

  2. 27/08/2010 00:16

    Pq é de mulher para mulher??? Me senti tãaao excluidoo! =/

    Não vou comentar! ashauyishahushuaihsuiahsuiahusi

    ps1: eu adoorooo do David Kawena dos princupes encantados; se eu não me engano esses desenhos foam destinados ao publico gay! O_O

    ps2: Concordo em gênero, numero e grau com a primeira regra! Por acaso vc viu o video do Felipe Neto sobre Crepusuculo? haha

    • 27/08/2010 00:54

      Wan mas vc contaaaaaa u.u nao magoa bee!

      E D perfeito o post! quero ver quando a gente começar a receber e-mails…PEEEEEEEEENSA!

  3. Michele permalink
    27/08/2010 11:54

    Meninas, AMEI!! Mas confesso que é muito difícil escutar a verdade nua e crua. Pô, eu leio e viajo nos caras, faço isso com absolutamente todos os livros, sou apaixonada por uns 500 príncipes guerreiros encantados rsrsrs! E, infelizmente, eu sei que não é possível achar “isso” na vida real. Mas depois da minha experiência, cada um com a sua, que foram 8 anos juntos de um Ogro (e eu tenho 28), juro, que eu prefiro ficar sozinha do que mal acompanhada!! Fisicamente faz falta, mas nada, absolutamente nada é melhor do que não ter que ver o imbecil do Ogro. Portanto, eu me alimento de livros pra não ficar sem nada de romance, jogada p/ as cobras.
    Gostei dessa iniciativa do QSV e vou acompanhar, melhor encarar os fatos e viver em plena sanidade!!
    Mas, eu juro que ainda vou na Sibéria kkkkkkkkkkkk
    Bejos, Michele

    • Guardiã da Meia Noite permalink
      27/08/2010 20:13

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
      Amiga…infelizmente os Ogros andam a solta…mas é super dificil conviver com o principe encantado o tempo todo…e é este ponto de vista que também iremos compartilhar por aqui…visto que eu já fui aos 2 extremos…com um Ogro no primeiro casamento…e agora com um principe perfeitinho demais no segundo (sério…chega a ser chato de tão perfeito..imagina o Edward+Stefan na vida real)…ninguém merece tb amiga….não adianta…todo o principe tem que ter um Q de cafajeste…senão perde a graça muito rápido…mas isso é assunto para outro post…kkkkkkkkkkkk

  4. Lara permalink
    27/08/2010 13:25

    Adorei,e é a pura verdade,sempre que pensamos em encontrar o amor da nossa vida nos queremos as pessoinhas dos livros.Vampiros,lobisomens,príncipes e outros personagens de historias encantadas de pura magia são os sonhos de qualquer um mas nunca é verdade pois sempre nos decepcionamos com homens machistas,brutos,que dão mais atenção para os outros do q para nos,q vivem com os amigos,sem se importar com agente.

    minha opinião é:
    Cansei de tds os namorados q ja tive,todos iguais,sem tirar nem por ,então eu vou ficar com os meus livros e as pessoinhas lindas e amorosas q encantam qualquer coração

    Bejuzzz de uma Vampirynhaa mtu loka ❤

  5. 27/08/2010 14:51

    Michele, na Sibéria você acha um príncipe, pode ter certeza UAHSUAHSUA’
    Concordo completamente com o post. Realmente, às vezes nós precisamos desabafar. É legal ler sobre esses prícipes, mas dói o coração saber que não existem. Todo mundo seria tão feliz se só existissem Edwards e Dimitris e Stefans e Dimitris e Lestats (príncipe-moleque, -q)… já disse Dimitris? xD
    Mas não existem. Ou talvez existam, mas eu nunca ouvi falar.
    De qualquer forma, não faz mal dar uma viajadinha nos livros e filmes românticos; é só não deixar a crença do amor romântico te dominar, porque a decepção vai ser enorme.
    E é verdade, o video do Felipe Neto sobre Crepúsculo fala bem disso UHASUAHS’
    Gostei, se eu tiver um bom desabafo pra mandar eu envio e-mail. Ótimo texto 😉

  6. mittyrodrigues permalink
    27/08/2010 16:04

    Ariane, definitivamente a Sibéria me aguarda!! ahuahuaa

  7. bialimak permalink
    28/08/2010 11:56

    Ain gentemmmmmmmmm me senti TÃÃÃÃÃÃÃOOOO excluida agora… buáááááááá… (saudades das nossas conversas….)

    D ficou óóóóóótimo o post amiga, e perfeito!!!!! Tudo verdade viu… Posso garantir com todas as minhas forças, porque um certo dia, algum tempo atrás… Pensei que tinha encontrado um principe encantado viu, mas depois acabou se revelando o pior tipo de ogro…

    Prometo, que assim que a facu deixar, mando minha história pra vc… KKKKKKKKKK

    Beijos gatas e saudades mil!!!!!!!

    • Guardiã da Meia Noite permalink
      28/08/2010 14:56

      A sumida aki é vc!!!
      Estamos sempre no mesmo Bat Local todas as Noites e morrendo de saudades de Você!!!

      Vê se aparece para dar um Oi pra gente sua desnaturada!!!

      Bjs!!!

  8. 30/08/2010 01:25

    Wander Northman na próxima lembrei de vc guri! Um QSViano importante

  9. 30/08/2010 03:52

    Que principe Eric nada! O melhor é o principe Ali, ou para os intimos Alladin! Plebeu, que num golpe de sorte encontra uma princesa disfarçada e uma lampada magica! Quer principe mais legal?

    Beijos

    • Guardiã da Meia Noite permalink
      31/08/2010 08:12

      Biel…lamento te informar…mas o Cara é o Lobo Mau…kkkkkkkkkkk…pois nos vê melhor, nos ouve melhor e nos come…muuiiiiittoooo melhor…kkkkkkkkkkkkkk (tah parei com a pervisse!!!).

  10. Thais permalink
    30/08/2010 16:28

    Buaaaaa… eu nunca vou achar o Eric…buáaáá
    Logo logo vc vai querer me dizer que Papai Noel e Coelhinho da Páscoa também não existeeeeeeeeeeeem

    Definitivamente…buáááááááááááá

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: